Tufão Goni mata 16 pessoas e destrói milhares de casas nas Filipinas

As rajadas violentas e as chuvas torrenciais derrubaram postes de energia elétrica.

O tufão Goni, o mais potente a atingir as Filipinas este ano, destruiu milhares de casas de matou 16 pessoas no arquipélago, anunciaram as autoridades nesta segunda-feira (2).

Goni atingiu no domingo a ilha de Catanduanes e a província de Albay, na ilha de Luzon, na costa leste do arquipélago das Filipinas, com ventos de até 225 km/h. As rajadas violentas e as chuvas torrenciais derrubaram postes de energia elétrica, provocaram inundações e deslizamentos de terra, que sepultaram casas na região sul de Luzon.

O tufão perdeu intensidade ao seguir na direção da capital, Manila, e seguia para o Mar da China Meridional. A crise de saúde complica ainda mais a situação, pois uma boa parte dos recursos de emergência foi destinada à luta contra o coronavírus. O país registra oficialmente 378.000 casos de covid-19 e 7.100 mortes.

A pior tempestade da história recente aconteceu em 2013. O tufão Haiyan deixou mais de 7.300 mortos, sobretudo na cidade de Tacloban. Varela

Deixe uma resposta