Téo Senna critica venda do Palácio dos Esportes

Foto: Reginaldo Ipê

Vereador questiona destino das federações que funcionam no espaço.

Após a Secretaria da Administração (Saeb) publicar, no Diário Oficial do Estado da última sexta-feira (28), o aviso do Edital nº 02/2022, que trata da venda do Palácio dos Esportes, localizado na Praça Castro Alves, o vereador Téo Senna (PSDB) voltou a criticar a decisão e chamou a medida de retrocesso com as políticas públicas voltadas ao esporte. 

“Com isso, o Governo do Estado deu o último apito contra o esporte amador do nosso estado. Estamos falando de desamparar diversas federações esportivas, já que o local é o único que realiza esse tipo de atendimento há muitos anos em Salvador. Como o Governo do Estado pode simplesmente retirar essas entidades e vender o espaço sem dialogar e sem definir qual será o destino delas?”, questionou o vereador.

Para Téo Senna, que é professor de Educação Física, ex-atleta profissional e um defensor do esporte na Câmara Municipal de Salvador, o estado não pode retroceder nas políticas públicas esportivas, incluindo as que fomentem o esporte amador. 

“A prática esportiva é fundamental para a qualidade de vida da população, por isso, vale destacar que o esporte tem o poder de incluir e transformar vidas e que os grandes profissionais um dia passaram pelo esporte amador”, ressaltou o parlamentar.

O Palácio dos Esportes é a sede da Federação Bahiana de Futebol (FBF), que deve deixar o local. O leilão para a venda do espaço está marcado para o dia 8 de março, na modalidade maior oferta, com lance mínimo de R$ 9,010 milhões. 

Fonte da notícia: Assessoria do vereador

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: