Temer: tempo de contribuição para aposentadoria integral cairá para 40 anos

De acordo com a nova regra, explicada pelo presidente, o trabalhador poderia se aposentar com 25 anos de contribuição, recebendo 70% do salário

O presidente Michel Temer confirmou, nesta segunda-feira, que a proposta de reforma da Previdência feita pelo governo reduzirá de 49 para 40 anos tempo de contribuição para aposentadoria com salário integral.

— Acabou aquela história de precisar 49 anos para poder se aposentar.

O tempo máximo de contribuição caiu para 40 anos — disse Temer em entrevista ao telejornal SBT Brasil.

De acordo com a nova regra, explicada pelo presidente na entrevista, o trabalhador poderia se aposentar com 25 anos de contribuição, recebendo 70% do salário.

A partir daí, haveria um aumento progressivo do valor da aposentadoria para cada ano trabalhado.

Nos cinco anos seguintes, 1,5% a mais e, a partir dos 31 anos de contribuição, o trabalhador teria um aumento de 2% no valor da aposentadoria.

Idade mínima para mulheres

Temer admitiu que o governo poderá propor uma idade mínima para mulheres menor que 65 anos.

Ele disse que “não é improvável” haver uma mudança nesse sentido.

— Não é improvável que nós tenhamos um tempo de contribuição menor para as mulheres — disse.

Temer: tempo de contribuição para aposentadoria integral cairá para 40 anos

Fonte: ZH Política