Temer irá exonerar ministros para votarem a favor da reforma da Previdência

Objetivo do governo é garantir número suficiente para aprovar a medida no na Câmara; leitura do texto em plenário deverá ser feita no dia 8 de maio.

O presidente Michel Temer (PMDB) confirmou que vai exonerar todos os ministros que tiverem mandato na Câmara para poderem votar a favor da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da reforma da Previdência.

O objetivo é aumentar o número de votos do governo e evitar riscos de a oposição obter maioria e barrar a medida.

Ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, é um dos que serão exonerados para votar Fonte: Último Segundo - iG @ http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2017-04-24/temer.html
Ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, é um dos que serão exonerados para votar.

A exoneração deve ocorrer dias antes da votação no plenário da Casa, prevista para a segunda semana de maio. Antes, o relatório de Arthur Maia (PPS-BA) será votado na comissão especial criada para discutir o tema.

A decisão de Temer foi anunciada pelo ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, após reunião do presidente com a equipe ministerial na tarde de hoje (24), no Palácio do Planalto.

“É um reforço. É como se fosse reforçar o time em campo. Vai ficar mais reforçado ainda com a ação efetiva e presente dos ministros na Câmara dos Deputados”.

Imbassahy, inclusive, será exonerado para reassumir seu mandato pelo PSDB da Bahia.

FontFonte: IG