Tecnologia retira gás carbônico da atmosfera e transforma em combustível

Uma inovadora tecnologia da empresa Carbon Engineering é capaz de retirar o gás carbônico de atmosfera, mas não é só isso.

Além de retirar o gás por um custo mais barato que outras tecnologias utilizadas, custando em torno de $100 dólares canadenses (R$442,00) por cada tonelada de carbono, ela também o transforma em combustível, de acordo com o estudo publicado.

Gás carbônico da atmosfera é utilizado como combustível

O gás carbônico vira um combustível líquido sintético, sendo que a primeira planta funcional da Carbon Engineering foi inaugurada em 2015.Nessa primeira planta, ela retira o gás carbônico da atmosfera e suga cerca de uma tonelada de carbono por dia.

No processo, o gás carbônico é combinado com hidrogênio de água, através de energia renovável.Como resultado, esse se transforma em uma combustível líquido sintético que pode ser utilizado para diversos fins.

Carbon Engineering

A empresa do Canadá e sua tecnologia são patrocinadas por Bill Gates, e apesar da técnica ser semelhante a empresa Climeworks, o valor do quase mesmo processo é bem menor. A Climeworks inaugurou seus valores no ano passado, tendo o custo do processo de $600 (R$3358,68 em média) por tonelada. No entanto, seu valor de barateamento era de $100 dólares previstos apenas para daqui quatro anos (2025).

Na Carbon Engineering, o mesmo valor de barateamento da Climeworks é o valor do processo total de retirar o gás carbônico da atmosfera.

Atualmente a empresa consegue produzir cerca de um barril de combustível por dia, mas tem como objetivo a longo prazo produzir 2 mil por dia. Segundo David Keith, professor da Universidade Harvard e co-fundador da Carbon Engineering, existe muito a se fazer para conseguir reduzir o gás carbônico da atmosfera.

Além disso, em entrevista a BBC News, ele afirma que para combustíveis líquidos, a resposta é a abordagem seguida pela empresa. Isto é, de gás carbônico do ar mais hidrogênio, obtido de fontes renováveis. Engenhariahoje.com

Deixe uma resposta