Putin diz a presidente da Finlândia que seria ‘erro’ entrar para Otan

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O presidente da Finlândia, Sauli Niinistö, teve uma conversa telefônica “direta e sem rodeios” neste sábado (14) com o colega russo, Vladimir Putin, sobre a adesão de seu país à aliança militar ocidental Otan –o mais recente ponto de atrito entre governos ocidentais e Moscou.

No comunicado em que afirma que ligou para Putin, Niinistö diz que “correu tudo bem” e que “evitar tensões foi considerado algo importante”.

Já o Kremlin foi mais direto no relato sobre o telefonema, afirmando que Putin disse a Niinistö que acabar com a neutralidade militar da Finlândia seria um “erro”. “Vladimir Putin sublinhou que acabar com a política tradicional de neutralidade militar seria um erro, pois não há ameaça à segurança da Finlândia”, afirma o comunicado.

A candidatura da Finlândia à Aliança do Tratado do Atlântico Norte, vista com desgosto por Moscou, deve se tornar oficial neste domingo (15) e é uma consequência direta da Guerra da Ucrânia. A Suécia já sinalizou que..

Ler mais