Partido governista dá aval a candidatura da Suécia à Otan

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O partido Social Democrata, ao qual pertence o governo sueco, deu seu aval neste domingo (15) a uma candidatura à Otan, abandonando décadas de oposição à adesão do país à aliança militar liderada pelos Estados Unidos.

A mudança de posição, anunciada em um comunicado após uma reunião extraordinária, permitirá ao Executivo apresentar um pedido de adesão juntamente com a Finlândia, que oficializou neste domingo sua candidatura.

“A melhor coisa para a segurança da Suécia e do povo sueco é ingressar na Otan”, disse a primeira-ministra sueca, Magdalena Andersson, em uma entrevista coletiva. “Acreditamos que a Suécia precisa das garantias formais de segurança que vêm com a adesão à Otan.”

Os social-democratas explicaram que se opõem à instalação de bases permanentes da Otan e de armas nucleares em território sueco.
Com a mudança de linha partidária, uma clara maioria pró-Otan é garantida no Parlamento.

A direita já era a favor da adesão e a extrema direita dos..

Ler mais