Suspeitos de assassinar tenente são mortos pela polícia em Sussuarana

Dois homens suspeitos de participarem da morte do tenente da Rondesp Mateus Grec Carvalho Marinho Queiroz foram mortos durante confronto com a polícia na madrigada desta quinta-feira, 15, no bairro de Sussuarana, em Salvador.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os suspeitos foram localizados por policiais do Batalhão de Choque e Rondesp Central e morreram após confronto. Eles estavam com uma pistola calibre 380, um revólver calibre 38, munições, carregador, 35 celulares, 26 kits de drogas, 33 tiras envelopadas de entorpecentes, 50 quilos de alimentos em embalagens prontos para serem arremessados para o Complexo Penitenciário de Mata Escura, uma balança e um relógio.

“Ao avistar os policiais, a dupla que estava refugiada em uma residência, atirou contra os PMs. Houve confronto e os criminosos acabaram atingidos. Eles foram socorridos para o Hospital Geral Roberto Santos, mas não resistiram”, informou o comandante do Batalhão de Choque, tenente-coronel Wildon Teixeira Reis.

A dupla é suspeita de fazer parte do assassinato do tente Mateus Queiroz, morto no último domingo, 12, durante ronda na Rua Araçatuba, no Alto do Cruzeiro. Na ocasião, ao lado de policiais da 58ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) e da Rondesp ele foi surpreendido por um grupo com dezenas de homens armados.

O tenente, de 35 anos, foi baleado na região do tórax, socorrido ao Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu e acabou morrendo.

“Nossas equipes foram atacadas por um grupo de cerca de 20 a 30 homens armados, com armas de fogo semiautomática e automáticas. Durante esse enfrentamento, o tenente Mateus Grec veio a ser atingido e veio a óbito. Foi atingido na abertura do colete a prova de balas, lateralmente”, disse à TV Bahia o major Valdino Sacramento. Agência Brasil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: