Suspeito de espancar esposa no Imbuí diz que foi ameaçado por ela

Defesa alega que vítima teria apontado arma para o homem.

Jonatha de Amorim Souza, de 36 anos, preso em flagrante por espancar a companheira, Ariele de Almeida Rocha, da mesma idade, alega que havia sido ameaçado pela vítima antes das agressões. O advogado de defesa do suspeito, divulgou a versão de Jonatha do caso, que ocorreu na noite do último sábado (21), no Imbuí, em Salvador. 

Cláudio Souza, advogado do suspeito, afirmou que o casal consumiu muito álcool no bar em que estavam com uma amiga e que, na volta para casa, durante uma discussão, Ariele apontou uma arma para o rosto de Jonatha. O advogado ainda negou que seu cliente tenha beijado a mulher que acompanhava os dois. O beijo, segundo a versão de Ariele, teria dado início à discussão.  

Na defesa, o advogado ainda nega que o suspeito seja uma pessoa agressiva e diz que nunca houve outro caso de agressão dentro dos 19 anos de relacionamento entre seu cliente e a vítima e tenta o pedido de liberdade provisória. Jonatha foi preso em flagrante por policiais militares ainda no domingo e segue detido na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam). Metro 1

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: