Seleções Brasileiras de ginástica artística disputam Copa do Mundo

As Seleções Brasileiras de Ginástica Artística feminina e masculina embarcam, nesta segunda-feira, para Koper, na Eslovênia, onde disputarão sua primeira Copa do Mundo no ano. A competição será realizada entre 12 e 14 de maio, na Arena Bonifika Cesta Zore.

O chefe de delegação será Marcos Goto.

No feminino, as ginastas que vão competir são Flávia Saraiva (quinta colocada na trave na Rio-2016), Rebeca Andrade (finalista no individual geral na última olimpíada), e Thaís Santos.

O técnico será Roger Medina, e a árbitra Eliane Martins. – O objetivo são as assimétricas e o salto. Vou voltar a fazer dois saltos, algo que não faço desde a Copa do Mundo de São Paulo, em 2015.

A escolha foi essa por acharmos que posso conseguir ir para a final neste aparelho, talvez até conquistar medalha. Preciso de uma boa execução.

Mudou muita coisa no código de pontuação e está difícil conseguir nota alta. mas minha expectativa é boa – destacou Rebeca Andrade.

No masculino, os ginastas que vão disputar a Copa do Mundo da Eslovênia são Arthur Zanetti (campeão mundial e olímpico e prata nas argolas na Rio-2016), Francisco Barretto Júnior (quinto colocado na barra fixa na olimpíada brasileira) e Lucas Bitencourt. Eles terão, como treinadores, Cristiano Albino e Marcos Goto.

O árbitro brasileiro na competição será Edgard Ferreira. – Como estou voltando de cirurgia (no ombro esquerdo) e faz oito meses que estou sem competir, não vou fazer nenhum teste.

Será nossa primeira competição no ano e vamos aproveitar para nos adaptarmos ao novo código de pontuação.

Agora, os descontos aumentaram e é importante testarmos as mudanças – comentou Arthur Zanetti. Após disputar a Copa do Mundo da Eslovênia, a delegação embarca para Croácia, onde vai competir na Copa do Mundo de Osijek.

A viagem de um país europeu para o outro será no dia 15, e a competição de 18 a 21 de maio.

Voz da Bahia