Rússia ameaça cortar gás para Europa em meio à guerra

A Rússia ameaçou cortar o fluxo de gás natural para a Europa e previu “consequências catastróficas” se os Estados Unidos e seus aliados suspenderem a compra de petróleo do país de Vladimir Putin.

“Em conexão com as acusações infundadas contra a Rússia … e a imposição da proibição do Nord Stream 2, temos todo o direito de tomar uma decisão espelhada e impor um embargo ao bombeamento de gás através do gasoduto Nord Stream 1, que hoje é carregado em o nível máximo de 100%”, disse o vice-primeiro-ministro da Rússia, Alexander Novak, em um discurso televisionado, sobre a decisão dos reguladores alemães no mês passado de interromper a certificação do segundo gasoduto da Gazprom, Nord Stream 2.

A Rússia fornece cerca de 40% do gás da Europa. A Alemanha, a maior economia do bloco, depende da Rússia para quase 50% de seu gás natural.

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, disse no domingo, 6, que os EUA e aliados estão explorando ativamente maneiras de proibir as importações de petróleo russo, o que prejudicaria ainda mais a economia da Rússia, enquanto tenta lidar com sanções econômicas incapacitantes.

O Ocidente tem relutado até agora em impor sanções significativas ao setor de energia da Rússia por causa de como isso pode afetar a economia global, mas agora está se aproximando de fazê-lo, à medida que a Europa trabalha para diversificar suas fontes de energia. A Tarde

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: