Rio: ‘Traficantes do Jacarezinho atiravam para matar policiais’, diz secretário de Polícia Civil sobre operação

Allan Turnowski falou que a corporação vai colaborar com as investigações do Ministério Público do Rio de Janeiro.

Rio – O Secretário de Polícia Civil, Allan Turnowski, falou sobre operação que deixou 28 mortos, incluindo um policial, na última quinta-feira, no Jacarezinho, na Zona Norte do Rio. De acordo com ele, não houve abuso por parte dos agentes e o desfecho da ação aconteceu após os criminosos atirarem contra os policiais.”A reação da polícia depende da ação do criminoso. Traficantes do Jacarezinho atiravam para matar policiais. No início da operação, atrás de uma seteria, com um tiro de fuzil, balearam um policial na cabeça. Nós conseguimos penetrar dentro do Jacarezinho auxiliados pelas imagens tanto da televisão quanto dos nossos equipamentos aéreos e isso levou ao encontro dos traficantes e ali o confronto se intensificou. Tem dois pontos, exatamente aqueles, onde os confrontos se intensificam com o tráfico. Então, quem determina o desfecho da operação é o traficante”, afirmou Allan em entrevista ao RJTV, da Globo. Foto: o secretario de Polícia Civil, Allan TurnowskiLuciano Belford / Agência O Dia

Deixe uma resposta