Reclamação de reitor motiva demissão de diretor da Fapesb

O governador Rui Costa não escondeu que as críticas feitas pelo reitor a Ufba, João Carlos Salles, à falta de repasse de verba para a Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapesb), motivaram  a exoneração do diretor da fundação, Eduardo Santana de Almeida.

Em carta pública, o reitor da Ufba criticou o atraso no repasse de verba que acabou rendendo o corte de 80% nas pesquisas. O reitor contextualiza que a Fapesb dá suporte a cerca de três mil pesquisadores em todo o estado e a dívida da fundação chega a R$ 170 milhões.

“Não se pode receber notícia pela imprensa, mas pelos gestores. Toda vez que isso acontece é um mau sinal. Se tem algo que não funcionava bem, o novo secretário assumiu e não identificou as demandas. A gente vai receber o reitor para entender aquilo que ele questiona e, portanto, nós vamos escolher alguém para melhorar a interlocução com as universidades. Algo que não está funcionando bem e tem que ser melhorado”, afirmou. Bocão