Quatros mortos: operação localiza R$ 236 mil e responsáveis por ataques a bancos na Bahia

Quatro integrantes de uma organização criminosa responsável por ataques a instituições financeiras no Sudoeste do estado foram localizados, em nova fase da operação ‘Aerárium’. No início da manhã desta terça-feira (11/05), equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cerrado e da 38ª CIPM (Bom Jesus da Lapa) chegaram a dois homens que estavam escondidos na cidade de Serra do Ramalho. Outros dois foram localizados no município de Maracás, durante a madrugada, por equipes conjuntas.

No início da manhã, dois homens foram encontrados graças a denúncias anônimas. As informações revelaram que os homens, moradores de Salvador, estariam numa casa utilizada como esconderijo, na localidade da Agrovila 09, em Serra do Ramalho. Os PMs iniciaram o patrulhamento e chegaram à dupla, que tentou fugir e reagiu.

“Eles atiraram contra a nossa equipe e, após os disparos notamos que estavam feridos. Rapidamente o socorremos para o Hospital Municipal de Serra do Ramalho, mas não resistiram”, contou o comandante da Cipe Cerrado, major Giovanni Castro Damasceno.

Com a dupla foram encontrados um revólver calibre 38 e uma pistola de calibre 380. As armas foram encaminhadas para o Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) de Bom Jesus da Lapa, onde, segundo o titular da 24ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Bom Jesus da Lapa), delegado Jakson Luis Trindade Neves, serão periciadas e farão parte das investigações.

Maracás

Deflagrada por equipes da Cipe Cerrado, 19º Batalhão da Polícia Militar (BPM/Jequié), Rondas Especiais (Rondesp) Sudoeste, das 34ª, 38ª, 77ª, 92ª e 93ª Companhias Independentes da Polícia Militar (CIPMs/Brumado, Bom Jesus da Lapa, Vitória da Conquista e Maracás), além de equipes das Polícias Civil, Federal e Rodoviária Federal, a operação Aerárium alcançou outros dois integrantes da quadrilha em Maracás.

Próximo ao bloqueio montado na cidade, dois criminosos, escondidos numa região de mata, atiraram contra as equipes e, no revide, foram atingidos, socorridos para o Hospital Municipal Doutor Álvaro Bezerra, mas não resistiram. Cerca de R$ 236 mil e duas pistolas, encontrados com os suspeitos, foram encaminhados ao Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Dracco) de Vitória da Conquista e farão parte das investigações.

O quarteto também integra quadrilha responsável por assaltar três agências bancárias na cidade de Correntina, na madrugada da ultima sexta-feira (7), com utilização de explosivos e armamento de grosso calibre. O policiamento segue reforçado para identificar outros integrantes do grupo e denúncias podem ser enviadas ao 190 ou no Disque Denúncia da SSP (71 3235-0000 ou 181). Informe baiano

Deixe uma resposta