Quarto dia de vacinação contra a Covid-19 acontece em 83 pontos de Salvador

O quarto dia de vacinação contra o coronavírus, nesta sexta-feira (22), acontece em 83 pontos de Salvador – a maioria são instituições de longa permanência como lares, abrigos e unidades de acolhimento. A meta é imunizar cerca de 4,6 mil pessoas.

Além de idosos abrigados, a ação também segue tendo como alvo profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate à doença. Dezoito equipes volantes de vacinadores realizam as aplicações da CoronaVac.

A Unidade de Acolhimento Institucional (UAI) Amaralina, gerida pela Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), foi um dos locais alcançados pela vacinação. No local, 17 idosos em situação de vulnerabilidade social e assistidos pelo espaço foram imunizados.

“Peguei o coronavírus enquanto estava morando na rua. Me mandaram para cá e hoje eu não sei o que seria de mim sem a equipe daqui. Se eu continuasse na rua, acho que não estaria mais vivo. Obrigado por tudo”, comemorou Edson Lima, 65 anos.

Implantada durante a pandemia para acolher idosos em situação de rua, a UAI Amaralina está entre as 78 instituições de longa permanência na capital baiana que, de acordo com cronograma, vão receber as vacinas para os assistidos.

Presente durante a ação de imunização, o titular da Sempre, Kiki Bispo, destacou a importância da ação. “Estamos dando continuidade a nossa campanha, trabalhando para que possamos, o mais rápido possível, imunizar toda nossa população e contribuir para o fim do coronavírus aqui em nossa cidade”, disse.

Para Edvaldo Rodrigues, 61 anos, outro acolhido na unidade socioassistencial, a vacina significa o primeiro passo da vitória. “Me sinto muito honrado e privilegiado por isso. E agradeço muito a Deus e a todos da Prefeitura”, festejou. 

Balanço – Desde a terça (19) até a tarde de hoje (22), Salvador já acumula mais de 11,2 mil pessoas vacinadas contra a Covid-19, sendo a maioria (9.929) profissionais de saúde. As mulheres ocupam o primeiro lugar do público alvo imunizado.

O índice feminino alcança a marca de 67% contra os 33% do sexo masculino. No quesito raça/cor, até o momento, os indicadores apontam que pretos e pardos lideram a marca de imunização, com 53%.  Secom – Fotos: Vitor Santos/Sempre

Deixe uma resposta