Prefeitura entrega novo Centro Municipal de Educação Infantil

Prefeito anunciou ações na área da Educação municipal em 2022.

A prefeitura de Salvador entregou, na manhã desta segunda-feira, 7, o novo Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei), que foi completamente reconstruído na Rua Thomaz Gonzaga, 150, em Pernambués.  entrega da unidade escolar foi realizada pelo prefeito Bruno Reis, quando também foram anunciadas as ações na área da Educação municipal em 2022.

Também estiveram presentes no ato a vice-prefeita e secretária de Governo (Segov), Ana Paula Matos, e o titular da Secretaria Municipal da Educação (Smed), Marcelo Oliveira. Durante o discurso, o prefeito lembrou da precariedade das estruturas da rede municipal no passado e como a realidade foi gradativamente transformada, garantindo mais qualidade de ensino, comodidade e segurança para os estudantes. 

“Anteriormente, funcionava aqui um Cmei de estrutura pré-moldada, que já não atendia os objetivos presentes e futuros da educação no município. Quem viu antes e vê agora, sabe e constata de forma evidente o tipo de escola que queremos oferecer. As goteiras, o mofo e os riscos de choque fazem parte de um passado distante da educação atual de Salvador. E essa unidade nada deixa a desejar às escolas particulares da cidade. Ficamos felizes de poder, com esforço e trabalho, contribuir para que essas 350 crianças tenham um presente e um futuro melhor. Agora, pais e mães podem deixar seus filhos e irem trabalhar com a segurança de saber que seus filhos estão sendo bem cuidados”, declarou Bruno Reis.

Para o secretário Marcelo Oliveira, a Prefeitura segue com o objetivo de melhorar a estrutura física das escolas de Salvador. “Creio que até 2023 teremos uma mudança ainda mais evidente. Hoje, após a pandemia, temos o desafio de repor a perda de aprendizado ocasionada nos últimos dois anos. E isso requer a união de todos, gestores, vereador, sociedade e todos que compõem a rede de ensino. Sem a colaboração de todos seria mais difícil enfrentar esse desafio”, avaliou.

Com investimento de R$3 milhões, o Cmei foi completamente reconstruído e o antigo prédio de pré-moldado, que sofria com infiltrações, foi substituído por uma estrutura nova, moderna e aconchegante. São 1,3 mil m² de área construída, contendo dez salas climatizadas, acessibilidade com elevador, brinquedoteca, solário, recreio coberto, parque infantil, subestação, elevador, acolhimento, diretoria, vice-diretoria, sala de professores, sanitários para alunos, funcionários e PCD, entre outros espaços.

A diretora da unidade, Rita Mendes Campos, destacou a importância da unidade para a região. “A reforma da escola era um anseio muito antigo de toda a comunidade de Pernambués, e hoje estamos concretizando essa aspiração. A grandiosidade da obra surpreendeu a todos e, tenho certeza, que isso contribuirá bastante para o aprendizado e o trabalho dos colaboradores”, afirmou. Com a intervenção, o Cmei Nossa Luta passou de seis para dez salas de aula, e de 135 para 350 alunos de 2 a 5 anos, da Educação Infantil, sendo uma das mais modernas escolas da região. 

Materiais e programas – Durante o evento, foi anunciado ainda um pacote de ações para o ano letivo de 2022. Dentre eles estão a entrega de fardamento para os alunos de todas as séries, kit escolar, materiais pedagógicos Nossa Rede, absorventes higiênicos, a plataforma Indique, o aumento de número de salas de Recursos Multifuncionais e o programa Aprender pra Valer. 

Com investimento de R$5,9 milhões, a Prefeitura vai distribuir este ano uniformes para todos os alunos da Rede Municipal, desde a Educação Infantil até a Educação de Jovens e Adultos (EJA), passado pelo Ensino Fundamental anos iniciais e anos finais. Além disso, serão entregues pastas com materiais escolares de uso pessoal do aluno, diferenciados por segmentos (Creche – crianças de 2 e 3 anos, Pré-Escola – crianças de 4 e 5 anos, Fundamental I, Fundamental II e EJA) e respeitando as necessidades de cada fase do desenvolvimento cognitivo. O investimento para 2022 é de R$5,6 milhões. 

As unidades de ensino também contarão com materiais pedagógicos do Programa Nossa Rede. Os materiais foram construídos de forma colaborativa entre professores, coordenadores e gestores que dialogam com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e implementam o currículo Nossa Rede. 

Demais iniciativas:

Combate à Covid-19 – As escolas foram equipadas com materiais para a implementação das medidas sanitárias de prevenção da disseminação do coronavírus. O valor investido é de R$5,1 milhões. 

Entrega de absorventes – A Prefeitura já está investindo mais de R$1 milhão para a distribuição mensal de absorventes higiênicos do Ciclo de Cuidados do Programa de Dignidade Feminina para as alunas da Rede Municipal.

Obras – Atualmente, 15 unidades de ensino estão sendo reconstruídas pela Prefeitura de Salvador, através da Secretaria Municipal da Educação (Smed). Além disso, uma nova unidade, a Escola Municipal Sol Nascente (Ceasa), está em construção. As intervenções somam investimentos de cerca de R$110,8 milhões e promoverão a ampliação da rede em mais de 2 mil novas vagas.

A Prefeitura está reformando e ampliando mais 128 novas unidades, ao custo de R$113 milhões. Além disso, o ano letivo de 2022 se inicia com 300 agentes da educação já atuando nas unidades escolares municipais. Ainda em 2022, todas as escolas receberão dois computadores no mínimo, dependendo do número de alunos. São máquinas para uso administrativo. O investimento foi de R$4,6 milhões.

Plataforma Indique – Trata-se de um instrumento tecnológico para monitoramento da Educação Infantil, que possibilita gerar e compartilhar informações sistematizadas para uma reflexão coletiva, o encaminhamento de demandas e a tomada de decisão, com vistas à melhoria da qualidade do atendimento às crianças. O processo ocorre em colaboração, sendo realizado pela equipe da Avante, um grupo de trabalho formado por representantes de cada Gerência Regional e um grupo gestor formado por representantes do órgão central da Smed. 

Documento norteador do trabalho do gestor – Durante este ano de 2022 será desenvolvido um documento para auxiliar na atuação dos gestores escolares com vistas a conquistar maior eficiência no trabalho. Elaborado por consultoria qualificada, o material abrangerá tanto as questões de administração escolar, quanto pedagógicas.

Programa Aprender pra Valer – Com objetivo de aprimorar a qualidade da alfabetização e da aprendizagem dos alunos da Rede, o programa Aprender pra Valer adota medidas pedagógicas e de gestão educacional para qualificação dos processos, com formação continuada dos profissionais da área. 

Salas de AEE – Com a ampliação do número de salas de Recursos Multifuncionais em toda a Rede Municipal, a expectativa é que, em 2022, todos os alunos com deficiência tenham Atendimento Educacional Especializado nas unidades escolares ou em instituições parceiras. 

Chamamento de 500 professores – O ano letivo de 2022 se inicia com a contratação de 500 novos professores para reforçar o quadro de pedagogos e especialistas nas escolas municipais.

A Tarde

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: