Prefeitura entrega nova Avenida Milton Santos completamente requalificada

Fotos: Betto Jr./Secom

Um dos principais corredores de tráfego da cidade, que liga as avenidas Garibaldi e Oceânica, a Avenida Milton Santos, antiga Adhemar de Barros, está mais moderna, confortável e com novo conceito após a conclusão da segunda etapa das obras de requalificação, realizadas pela Prefeitura. A entrega ocorreu em cerimônia realizada nesta sexta-feira (8), com as presenças do prefeito Bruno Reis e da vice Ana Paula Matos, do reitor da Universidade Federal da Bahia (Ufba), João Carlos Salles, demais gestores municipais, autoridades e imprensa.  

O chefe do Executivo municipal destacou que, além de uma obra urbanística, também houve um grande investimento para resolver um problema histórico do local: os alagamentos no período chuvoso. “Quem passava aqui no período das chuvas sabe que era comum a via ficar alagada e esse problema foi resolvido, se estendendo também à situação na Garibaldi. Uma obra que ficou belíssima e que faz uma justa e merecida homenagem ao professor Milton Santos. O busto colocado aqui reconhece a sua trajetória como intelectual que era e que trouxe influência à sua geração e às gerações futuras”, ressaltou Bruno Reis.

Prefeito_Bruno_Reis_Avenida_Milton_Santos_Foto_Betto_Jr_Secom_PMS

A intervenção envolveu trecho de 700 metros entre o campus da Ufba e o monumento Clériston Andrade, na Garibaldi, como parte do pacote de ações lançado pela administração municipal em comemoração aos 473 anos de Salvador. O projeto urbanístico do local foi desenvolvido pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), e as obras foram coordenadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra).  

A iniciativa buscou promover à avenida mais segurança e conforto a pedestres, ciclistas e motoristas, a partir da distribuição democrática do espaço viário proposto pelo conceito de Ruas Completas – modelo implantado na Sabino Silva (Barra/Ondina) e Miguel Calmon (Comércio).

Prefeito_Bruno_Reis_Avenida_Milton_Santos_Foto_Betto_Jr_Secom_PMS

Nessa segunda etapa, a Milton Santos foi beneficiada com serviços de pavimentação, drenagem, instalação de iluminação em LED, paisagismo, recuperação dos passeios em concreto, implantação de ciclofaixa, elementos de acessibilidade e rebaixamento das redes de telecomunicações. O investimento foi de R$6,2 milhões.

“A proposta da segunda etapa da requalificação foi dar as melhores condições nesse trecho, principalmente para quem anda a pé e para os ciclistas. Nisso a Ufba contribuiu muito, porque permitiu que avançássemos em 1,5m na área da Escola de Medicina Veterinária. Esta é uma avenida de árvores muito frondosas, que praticamente tomavam o passeio, e não garantia com isso a acessibilidade. Além disso, a via homenageia hoje Milton Santos, um dos principais intelectuais do Brasil e do mundo. É um conjunto de ações que valoriza a importância deste local”, salientou a presidente da FMLF, Tânia Scofield.

Homenagem – O projeto da nova Milton Santos também contemplou a confecção de busto em homenagem ao professor e geógrafo. Com 2,10 metros de altura, a peça foi feita em resina com fibra de vidro e está assentada sobre pedestal de forma geométrica em granito, com traços de desenho moderno.

A obra foi colocada na entrada principal do campus da Ufba e tem criação da artista plástica, escultora e professora da Escola de Belas Artes da universidade, Márcia Magno.

“Agradeço à Prefeitura pelo convite por estar aqui e pelo belo trabalho realizado, que aumenta a nossa segurança e permite o acesso das pessoas com melhor qualidade. Estamos consolidando no busto algo que resulta de um movimento pelo nome como Avenida Milton Santos e à longa história de uma referência internacional, que não teve o reconhecimento devido e que retorna neste momento para nos abençoar com seu pensamento crítico, inclusão e democracia. Que endereço a Ufba poderia ter se não esse?”, disse Salles.

Primeira fase – A primeira etapa de obras da avenida foi entregue em outubro de 2021. O projeto de revitalização incluiu a implantação de uma pista de caminhada e ciclofaixa no canteiro central. A intervenção resolveu problemas históricos da localidade, como frequentes alagamentos em dias chuvosos.

Além disso, a Milton Santos recebeu arborização, com o plantio de novas árvores e nova iluminação em LED. Também foram disponibilizadas vagas de estacionamento ao longo de toda a extensão do canteiro, em ambos os lados, e passeios em granito com rampas de acessibilidade para facilitar a mobilidade de pessoas com problemas de locomoção.

As obras na via envolveram, ainda, a revitalização do monumento Meninas do Brasil, conhecido como as Gordinhas de Ondina. A ação nas estátuas envolveu limpeza, emassamento, obturação de lacunas e remoção de pichações e cartazes provenientes de ações de vandalismo. As esculturas tiveram a pintura, em tom grafite, refeita. O investimento total nas duas etapas foi de R$18 milhões.

Biografia – Milton Almeida Santos (1926-2001) nasceu em Brotas de Macaúbas, no interior baiano. Ele foi geógrafo, advogado, jornalista, cientista, escritor, intelectual e professor universitário, sendo considerado um dos mais notáveis intelectuais do Brasil no século XX. Referência primordial na geografia crítica, tem o livro “Por uma Geografia Nova” (1988), fundamental para o pensamento geográfico, onde prega um engajamento social e político da produção geográfica

Entre os maiores feitos na carreira, Milton Santos recebeu, em 1994, o Prêmio Internacional Vautrin Lud, considerado o Nobel da Geografia. Foi agraciado também com o título de Doutor Honoris Causa em doze universidades brasileiras e sete estrangeiras. Secom

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: