Policial militar mata namorada com tiro na boca durante sequestro

Caso aconteceu no estacionamento de universidade que vítima estudava.

Um policial militar sequestrou a namorada e a matou com um tiro na boca na sexta-feira (27), no estacionamento do campus do Centro Universitário de Valença, localizado na zona sul do Rio de Janeiro.

Janitom Celso Rosa Amorim manteve a namorada como refém em um carro. O sequestro teve início por volta das 10h30. De acordo com a universidade, equipes de segurança testemunharam o casal brigando e, ao notarem que o homem estava armado, acionaram a polícia.

Após o disparo, o PM foi imobilizado, algemado por policiais e levado para a delegacia da cidade. A ação contou com um helicóptero do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).

A vítima, Mayara Pereira de Oliveira Fernandes, era aluna de um curso de pós-graduação de odontologia na instituição. Ela chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e ainda estava viva quando chegou ao Hospital Escola da cidade, mas teve quatro paradas cardíacas e não sobreviveu.

Deixe uma resposta