Polícia investiga estupro coletivo de adolescente transmitido ao vivo no Facebook

Investigadores do caso afirmaram que não é ilegal assistir e não reportar o crime, e só seria pedofilia, caso o vídeo fosse baixado.

Uma jovem de 15 anos foi submetida a uma ação violenta e cruel e ainda exibida no Facebook ao vivo. O Departamento de Polícia de Chicago, dos Estados Unidos, estaria investigando o caso da menina que foi estuprada coletivamente por 5 ou 6 homens no domingo (19).

De acordo com a agência Associeted Press, a polícia investiga cerca de 40 pessoas assistiram o estupro e não comunicaram as autoridades.

Os investigadores do caso afirmaram que não é ilegal assistir e não reportar o crime, e só seria pedofilia, caso o vídeo fosse baixado. Porém o superintendente ficou visivelmente chateado com situação. Varela