Polícia Federal pede mais tempo ao STF para concluir investigação contra Temer

A Polícia Federal pediu que o Supremo Tribunal Federal (STF) aumente o prazo para que sejam concluídas as investigações que apuram se o presidente Michel Temer cometeu crime de obstrução à justiça, corrupção passiva e participação em organização criminosa.

No dia 30 de maio, o ministro do STF e relator da Operação Lava Jato, Edson Fachin, havia dado 10 dias para o fim do levantamento. Caso os policiais consigam mais tempo para investigar as acusações, ainda assim a Procuradoria-Geral da República poderá apresentar a denúncia contra Temer na próxima semana, como é esperado.

Esse prazo extra poderá ser utilizado para que a PF finalize a perícia no áudio da conversa entre o presidente e o empresário da JBS, Joesley Batista. No dia 22 de maio, a PF informou ao STF que precisaria de até 30 dias para concluir a análise, que ainda está em andamento. Metro1