Pesquisa: brasileiro ainda opta por baixar programas no PC

Na era dos smartphones e seus aplicativos, sentar na frente de um computador, entrar na internet e baixar programas parece uma descrição de cena do final dos anos de 1990.

No entanto, uma análise feita pela NZN Intelligence, empresa de pesquisa e inteligência responsável por sites como o TechMundo, Mega Curioso e Click Jogos, apontou que o número de brasileiros que optam por fazer download nos PCs e desktops ainda é grande. De acordo com a pesquisa, somente em julho de 2016, um dos principais sites de downloads do Brasil, o Baixaki, registou 17 milhões de transferências de programas e jogos de computador. Em média, 23 mil softwares foram baixados a cada hora.

Alguns programas são, disparados, os mais procurados na internet, como é o caso dos antivírus, navegadores e softwares de conversão e tratamento de imagens/vídeos.

Entre os favoritos estão: Avast Antivirus, MSN Messenger, Google Chrome, PhotoScape 3.7 e Mozilla Firefox.

Dados da NZN mostram que, juntos, os dez campeões do Baixaki correspondem a 21% do volume total da audiência do site. Os 79% restantes representam os outros 55 mil programas disponíveis no catálogo da plataforma.

Os estudos também apontaram que os internautas do Sudeste e do Sul são os que mais realizam downloads; além disso, quando agrupadas, as duas regiões respondem por 62% de tudo que é baixado no site.