Otto Alencar nega ter receitado hidroxicloroquina para Marcos Do Val

O senador Otto Alencar (PSD) negou que tenha receitado hidroxicloroquina para o senador Marcos do Val (Podemos-ES), após a afirmação do capixaba em discurso na CPI da Covid, nesta quinta-feira (27). Em entrevista ao programa “BNews Agora“, da rádio Piatã FM, o baiano afirmou que já conversou com o colega de parlamento após a declaração e que crê que ele não tenha agido de má fé.

“Eu vi a gravação dele [Marcos do Val]. Ele me ligou. Quando ele esteve doente, em maio de 2020, conversando com ele, ele me perguntou quais eram os protocolos utilizados contra a Covid em ambiente hospitalar. […] Eu disse que estavam usando hidroxicloroquina, que não achava correto, porque a dexametasona se comportava melhor”, contou Otto. “E eu nem receitei ele. Disse que estava sendo usada”, continuou o pessedista.

As declarações de Marcos do Val caíram como um prato cheio nas redes sociais bolsonaristas, que aproveitaram para atacar Otto. O baiano está mantendo uma atuação bastante contundente e destacada na CPI, fazendo duras críticas ao Governo Bolsonaro e se manifestando veementemente contra o uso da cloroquina. Ele, porém, acredita que Marcos do Val não agiu por mal. “Não sei se ele colocou essas coisas de má fé ou não. Minha posição é contra isso. […] Creio até que não foi de má fé. Ele não soube explicar”, finalizou. Bocão

Deixe uma resposta