Operação Faroeste: Desembargadora Lígia Ramos é presa em Salvador

Ela foi presa em decorrência das 6ª e 7ª fases da Operação Faroeste, deflagradas na última segunda (14).

A manhã deste domingo (20) não está sendo nada agradável para a desembargadora Lígia Ramos, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). Ela acaba de ser presa preventivamente pela Polícia Federal (PF), em decorrência 6ª e 7ª fases da Operação Faroeste, deflagradas na última segunda (14).

Ela cumpria prisão temporária desde o último dia 16. A prisão temporária havia sido convertida em domiciliar no último dia 16, pelo ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), em razão de a magistrada ter realizado procedimento cirúrgico e estar em fase de recuperação. Varela

Deixe uma resposta