No Senado Pacheco diz que troca de ministros é natural

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco disse que enxerga com naturalidade a troca de comando das forças armadas e rejeitou qualquer especulação sobre o tema.

O Ministério da Defesa anunciou que os comandantes do Exército, Edson Leal Pujol, da Marinha, Ilques Barbosa Júnior, e da Aeronáutica, Antônio Carlos Moretti Bermudez, serão substituídos. A mudança acontece após a saída de Fernando Azevedo do governo. Quem assumiu o Ministério da Defesa é General Braga Netto, que estava chefiando a Casa Civil.

O senador Alessandro Vieira do Cidadania preparou um requerimento para convidar o ministro Braga Netto, a dar explicações sobre a situação nas Forças Armadas. No entanto, o presidente do Senado afirmou que vai tratar do documento na reunião de líderes da próxima semana.

Rodrigo Pacheco também comentou sobre o projeto apresentado pelo Líder do PSL na Câmara, deputado Vitor Hugo. O texto é polêmico porque aumentaria os poderes do Executivo durante uma crise de saúde pública internacional causada por pandemia.

A proposta não foi bem recebida pelo colégio de líderes e deputados protestaram nas redes sociais.

Em nota o deputado Vitor Hugo disse que o projeto já estava sendo elaborado há tempos, e que não tem relação com as últimas mudanças em cargos do executivo.

O presidente do Senado Rodrigo Pacheco também falou sobre pandemia, defendeu a inclusão de professores no grupo prioritário de vacinação, e também um dia especifico apenas para vacinar profissionais da segurança pública como policiais militares e civis.

Edição: Beatriz Arcoverde/ Roberto Piza – Agência Brasil

Deixe uma resposta