Brasil

Não toleraremos ataques à nossa fé, que é fincada na Rocha

Marco Feliciano Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

Nunca foi tão atual a frase atribuída a Thomas Jefferson: “O preço da liberdade é a eterna vigilância”. Afirmo isso, porque, logo no início dos trabalhos nas comissões temáticas da Câmara, das quais faço parte, tive de enfrentar ataques sórdidos de uma esquerda marxista-leninista, gramscista, que não tolera a diversidade religiosa e usa das mais sórdidas baixarias para atacar os evangélicos.

Até porque, não é preciso recordar a imensa colaboração dos evangélicos para a paz social. Ninguém encontrará evangélicos em filas de tratamento de drogados e alcoólicos; mas sim, promovendo atendimento em clínicas de recuperação, operadas por voluntários que não oneram os cofres públicos, e que tem atuação em todas as unidades da federação.

No entanto, deputados do partido do governo quando atacam a nós, evangélicos, e não são admoestados pela direção partidária, confirmam a anuência do governo a eles. Estes são parlamentares extremistas, que não admitem a diversidade religiosa, e nossa forte tradição judaico-cristã. Assim, em resposta aos ataques de uma deputada do PT, contra nós, evangélicos, fiz questão de avisar: “Não toleraremos ataques à nossa fé, que é fincada na Rocha”.

Finalizo pedindo a Deus que nos livre das potestades que teimam em invadir o Parlamento da Nação com infiltrados intolerantes. E que Ele derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais a todos os parlamentares que defendem a Cruz de Cristo.

Fonte: Pleno News

Deixe um comentário