Não há risco de faltar oxigênio hospitalar na Bahia, garante Sesab

Em nota enviada ao Informe Baiano nesta quarta-feira (17/03) a Assessoria de Comunicação da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) garantiu que o “abastecimento de oxigênio segue normal em todas as unidades da rede estadual, ou seja, atendendo à demanda conforme necessário”.

“Temos elevada capacidade de armazenagem nos hospitais, pois utilizamos tanques ao invés de cilindros. Além disto, temos contrato com diversos fornecedores que tem condições de dobrar a produção caso seja necessário, não havendo risco de faltar oxigênio”.

Mais cedo, um prefeito relatou ao IB temer que o governo “enfrente dificuldades para a compra devido ao aumento de casos de Covid-19”, pois “as empresas não estão conseguindo comprar os insumos em grande quantidade para a produção de gás”.

Dos 748.835 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia na Bahia, 718.002 já são considerados recuperados, 17.374 encontram-se ativos e 13.459 tiveram óbito confirmado. A Taxa de Ocupação nos leitos atualmente é de 86%. Informe Baiano

Deixe uma resposta