Mulher tem morte cerebral após reação alérgica a tinta de cabelo

Óbito foi confirmado na madrugada deste sábado (13).

Uma mulher, identificada como Karine de Oliveira Souza, 34, teve morte cerebral após sofrer uma reação alérgica grave após pintar o cabelo em um salão de beleza. O caso ocorreu na última quarta-feira (10) no município de Catalão, em Goiás. 

De acordo com a assessoria da Santa Casa de Catalão, onde a auxiliar administrativa estava internada, a morte encefálica de Souza foi constatada na madrugada deste sábado (13). Ainda segundo a unidade de saúde, após o procedimento, a vítima sofreu um choque anafilático e na última sexta-feira (12) o estado de saúde era gravíssimo.

No dia do ocorrido, Oliveira foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros ainda no estabelecimento. No local, Karine apresentou uma parada cardiorrespiratória, estava inconsciente e precisou ser reanimada antes de ser encaminhada para o pronto-socorro da unidade de saúde. 

Em entrevista a TV Anhanguera, a cabeleireira responsável pelo procedimento informou que segundos após aplicar o produto a vítima começou a se queixar de formigamento nas mãos e pediu para a tinta ser retirada.

Ainda para imprensa, a profissional informou que acionou os bombeiros após Karine sentir falta de ar e que a vítima era cliente do salão, mas que nunca havia feito coloração no cabelo no estabelecimento. Varela