Mulher sequestrada em Conde é resgatada pela PM; subtenente e ex-namorado são presos

Policiais militares do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) e da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Litoral Norte prenderam em flagrante um subtenente envolvido em um sequestro de uma mulher de 26 anos no município de Conde. A jovem foi sequestrada em 14 de setembro e relatou que foi agredida fisicamente.

Em nota enviada ao Informe Baiano, o Departamento de Comunicação Social da Polícia Militar (DCS-PM) relatou que a prisão ocorreu na tarde de segunda-feira (21/09), por volta das 17h30, logo após uma denúncia com as características do veículo onde a vítima estava.

As guarnições iniciaram as diligências e interceptaram o veículo denunciado na cidade de Pojuca. No interior do carro estavam três homens, envolvidos no sequestro, e duas mulheres, sendo uma delas a vítima e a outra contratada para vigiar a sequestrada. Uma fonte do IB relatou que um dos envolvidos era ex-namorado da jovem.

Ainda no automóvel, os policiais encontraram a cópia da identidade funcional de um subtenente da PM e com base nas informações obtidas, as equipes seguiram até a casa do policial militar localizada em Abrantes.

Após levantamento, os PMs chegaram em uma chácara, também em Abrantes, utilizada como cativeiro, e de propriedade do policial. Os policiais militares deram voz de prisão ao subtenente e apreenderam uma pistola 380, que o mesmo registrou como extraviada na delegacia de Abrantes. Ele também foi reconhecido pela vítima por envolvimento no sequestro.

Na ação foram apreendidos ainda um automóvel com documento, R$ 1.372,75, três aparelhos celulares, um notebook, uma cópia da identidade funcional da PMBA e uma CNH em nome de outra pessoa, além de três rádios de comunicação.

Todos os envolvidos foram apresentados no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e, em seguida, o policial militar foi levado para a Coordenadoria de Custódia Provisória (CCP) da Corregedoria, onde ficará à disposição da justiça. Informe baiano

Deixe uma resposta