MPF e MPE recomendam conclusão de obras de saneamento em cidades baianas

O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público da Bahia (MPE) recomendaram a conclusão das obras de esgotamento sanitário em 19 municípios baianos que estão com o serviço paralisado. A recomendação foi feita à presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Kênia Régia Marcelino. A empresa, ligada ao Ministério da Integração Nacional, é a responsável pelas obras. Conforme o MPE, a recomendação foi expedida na última sexta-feira (3) e levou em consideração dados colhidos em ações do Programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) e da Caravana de Saneamento, que apontam a existência de problemas na execução das obras de implantação e ampliação do sistema de esgotamento sanitário na Bahia. Os promotores recomendaram ainda que a Codevasf não invista recursos públicos para a realização de novas obras antes da conclusão daquelas inacabadas e que sejam retomadas todas as obras que foram excluídas do PAC.