Motoristas do Uber vão criar associação para ajudar na legalização do serviço

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

Cerca de 300 motoristas de Uber se reuniram na noite da última terça-feira (22) e resolveram criar uma associação para fortalecer o movimento de legalização do serviço. Na reunião, que aconteceu na Associação Desportiva e Cultural da Coelba (Adelba), foi deliberado também que a primeira medida da entidade vai ser entrar com liminar na Justiça para impedir a apreensão de veículos por parte da prefeitura.

Um dos participantes da reunião, que não quis se identificar afirmou que “baseado em decisões liminares em outros municípios”  eles vão se “organizar para entrar com essa liminar e poder rodar sem ter nosso carro apreendido”. Associações similares à proposta dos motoristas baianos foram criadas em Goiânia e em São Paulo.

Foi  criada ainda uma comissão para debater o estatuto e a composição da diretoria da associação. Uma nova assembleia foi marcada para 14 de dezembro. Na ocasião, um nome para a organização será definido. “Queremos englobar todos os motoristas parceiros em plataformas digitais”, afirmou um dos membros da comissão.

Além da legalização do serviço prestados por meio de aplicativos, a associação vai buscar ainda parcerias e convênios com postos de gasolina, oficinas e operadoras de telefonia,  que são os principais custos de seus futuros filiados. Planos de saúde e seguradoras também estão nos planos.

Contudo, a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) declarou, por meio de  uma nota que a Lei Municipal 9.066/2016,  proíbe o serviço. “Portanto a Semob tem obrigação de continuar zelando pelo seu cumprimento”, afirmou. A Semob já apreendeu 220 veículos do Uber desde o início deste ano. Metro1

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×