Moradores de prédio tiveram que deixar apartamentos após incêndio no Campo da Pólvora

Os moradores de um prédio de oito andares, vizinho ao casarão que pegou fogo no largo do Campo da Pólvora, Centro de Salvador, precisaram deixar o imóvel por causa da fumaça que invadiu o edifício. O incêndio teve início por volta das 23h, na terça-feira (11), e foi controlado pelo Corpo de Bombeiros quase quatro horas depois, às 2h30. 

De acordo com a Defesa Civil (Codesal), não havia pessoas no imóvel em chamas e, portanto, não há registro de feridos. O fornecimento de energia foi descontinuado pela Coelba até o controle das chamas. 

A Codesal afirmou ainda que segue no local, onde realiza a operação rescaldo, além de uma nova vistoria para avaliar a estrutura do imóvel, que tem três pavimentos, para constatar se há a necessidade, em caráter emergencial, do escoramento da fachada.

A Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) deve organizar a mudança do ponto de ônibus, que fica próximo à ocorrência, e monitoramento do semáforo, para evitar que veículos fiquem muito tempo parado junto a fachada em risco, demandas já executadas por equipe da Transalvador.

Por meio de nota, o Corpo de Bombeiros confirmou as informações e disse que pelo menos 21 bombeiros militares, além de nove viaturas e um carro pipa da Limpurb, atuaram no combate. Metro 1

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: