Maratona de Salvador terá mudanças no trânsito e esquema especial de serviços

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

Milhares de atletas de elite de todo Brasil e corredores amadores se reunirão neste domingo (15) em um dos cartões postais da cidade, o Farol da Barra, para terceira edição da Maratona Salvador. Para melhor atender o público do evento esportivo, organizado pela Saltur, a Prefeitura montará um esquema especial de serviços públicos, envolvendo, inclusive, a presença de ambulâncias e suporte à saúde dos participantes. A corrida acontece entre Farol da Barra e a Rua Aristides Milton, no bairro de Itapuã.

Além dos 42km, serão disputadas as provas de 5km, 10km e 21km (meia maratona). Depois de estrear em 2017 com 800 participantes, a Maratona Salvador tem crescido a cada ano, sendo o terceiro maior evento da capital baiana, estando atrás apenas do Carnaval e Festival da Virada.

Trânsito – A Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) montou uma operação de ordenamento do tráfego. A largada das provas de 42mk e 21km está prevista para 5h30, no Farol da Barra. O trânsito será interditado a partir das 3h para montagem das estruturas e preparação do percurso. Serão realizados desvios, bloqueios e compartilhamentos de tráfego ao longo dos 42 quilômetros para viabilizar a realização do evento com segurança e, ao mesmo tempo, dar fluidez ao trânsito.

O trecho entre o Farol da Barra e o Largo da Mariquita será interditado. O tráfego será desviado para vias alternativas, como as avenidas Centenário, Garibaldi e Adhemar de Barros, interditando totalmente a orla. Entre o Rio Vermelho e a Pituba, o tráfego será compartilhado até a Praça Nossa Senhora da Luz, onde será desviado para a Rua Pernambuco.

Em alguns trechos do percurso, as faixas serão compartilhadas com grades de separação na pista, ou seja, os veículos poderão passar ao lado dos atletas, como forma de facilitar o acesso dos moradores. Isso ocorre em Ondina – no trecho entre a Rua Morro do Escravo Miguel e Avenida Adhemar de Barros, e no Condomínio Aeronáutica, e no Rio Vermelho, entre a Travessa Bartolomeu de Gusmão e a Rua da Paciência.

Os agentes da Transalvador estarão por todo percurso para garantir o ordenamento e a fluidez do trânsito no dia da maratona. Lembrando que é importante que condutores e pedestres fiquem atentos às interdições e à sinalização específica nas vias no dia da corrida.

Estacionamento – Os atletas e o público terão espaço reservado na Barra para estacionarem seus veículos na Av. Almirante Marques de Leão e no lado esquerdo da Rua Marquês de Caravelas, bem como nas transversais da rua Afonso Celso. O shopping Barra também disponibilizará vagas para os competidores. O estacionamento será proibido em todo o percurso da prova, bem como em toda extensão da Rua do Meio, no Rio Vermelho.
Transporte – Para melhor atender os usuários do transporte público que vão participar do evento, a Secretaria de Mobilidade (Semob) irá antecipar em uma hora a operação de quatro linhas de ônibus. Os ônibus começarão a circular às 4h de domingo. As linhas antecipadas serão Estação Pirajá-Barra 1, Estação Mussurunga-Barra 1, Lapa-Barra Avenida/Barra e Paripe-Barra. Além disso, durante o evento, as linhas de ônibus que circulam pelo trecho terão seus itinerários modificados de acordo com as interdições da Transalvador.

Ordenamento – A Secretaria de Ordem Pública (Semop) disponibilizará várias equipes de fiscais, realizando o ordenamento do espaço público, durante todo o percurso do evento. A Semop irá intensificar a fiscalização do comércio informal, principalmente, no trecho entre a Barra e o Rio Vermelho.

Salva-vidas – Também vinculada Semop, a Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar) vai montar uma operação especial ao longo da orla. Duplas de salva-vidas estarão distribuídas por mirante, no trecho que compreende entre o Jardim de Alá e Ipitanga. Além dos equipamentos para salvamento disponível em cada unidade, a Salvamar contará ainda com u  quadricículo, responsável por realizar rondas nas praias e atender as as demandas recebidas.  

Saúde – Os corredores contarão com um esquema especial para atendimentos de saúde.  Seis ambulâncias irão dar suporte aos atletas. Além disso, ao longo do percurso, serão 16 pontos de hidratação, e quatro postos médicos, com 30 profissionais da área de saúde. 
Cada atleta irá receber, após a prova, o kit lanche composto por frutas, isotônico e barras de cereal. Além do esquema especial de saúde no trajeto da maratona, as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Barris, Alfredo Bureau e Hélio Machado, além do Hospital Municipal de Salvador (HMS), estarão de prontidão para atender possíveis situações de emergência. Secom/PMS

Deixe uma resposta

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×