Lutador de MMA vendia drogas via WhatsApp para jovens de classe média

Lutador de MMA, Lucas Henrique Tavares, 36 anos, conhecido no octógono como “Distúrbio”, foi preso em flagrante, na noite de sábado (28/08), na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, por tráfico de drogas. De acordo com o jornal O Dia, investigações da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) apontam que ele vendia os entorpecentes por meio do aplicativo WhatsApp para jovens de classe média.

Lucas Henrique Tavares, 36 anos

A publicação afirma que Lucas foi detido no momento em que realizava uma entrega de drogas, na Avenida do Pepê, e a polícia disse que ele estava com uma carga de maconha, do tipo skank, avaliada em aproximadamente R$ 8 mil.

O lutador, que é de Santa Catarina, confessou que estava no local para vender o entorpecente. Ele está no Rio de Janeiro desde o início do mês. Ainda de acordo com as informações do setor de inteligência da Dcod, Lucas fornecia drogas nos bairros nobres da Zona Sul e também na região da Barra da Tijuca. Informe Baiano

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: