Líder de ataque ao TSE é preso em Portugal em operação da Polícia Federal

Investigações indicaram ação de grupo composto por brasileiros e portugueses.

Uma operação da Polícia Federal prendeu neste sábado (28), em Portugal, o líder de um grupo suspeito de ter promovido os ataques aos sistemas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no primeiro turno das eleições, realizado no último dia 15.

Segundo a PF, as investigações apontaram que o grupo de hackers era composto por brasileiros e portugueses. A operação cumpre ainda outros três mandados de busca e apreensão e três medidas cautelares de proibição de contato entre investigados em São Paulo e Minas Gerais.

Em comunicado, a PF informou que não foram identificados quaisquer elementos de que a ação do grupo tenha prejudicado a apuração, a segurança ou a integridade dos resultados da votação do primeiro turno.

As medidas judiciais em território brasileiro foram decretadas pela 1ª Zona Eleitoral do Distrito Federal. Em Portugal, as ações se desenvolvem com a cooperação da Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e Criminalidade Tecnológica. bahia.ba

Deixe uma resposta