Lava Jato investiga suposta manipulação de taxa de câmbio em negócios da Petrobras

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

Segundo MPF, funcionários do banco cobravam sobrepreço nas operações da operação e diferença era desviada para executivos da estatal. Prejuízo é estimado em R$ 100 milhões.

A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (10) a 74ª fase da Operação Lava Jato, em um esquema que investiga fraudes em operações de câmbio comercial contratadas pela Petrobras com o Banco Paulista. Ao todo, são cumpridos 25 mandados de busca e apreensão no desdobramento, batizado de Sovrapprezzo. Agentes fazem buscas em São Paulo e no Rio de Janeiro, em Teresópolis e na capital.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), funcionários do banco cobravam sobrepreço nas operações da operação e diferença era desviada para executivos da estatal. O prejuízo é estimado em R$ 100 milhões, e o esquema ocorreu entre 2008 e 2011.

Entre agosto de 2008 e março de 2011, de acordo com o MPF, o Banco Paulista intermediou o equivalente a R$ 7,7 bilhões em operações de compra e venda de dólares com a Petrobras. Esse volume, segundo a força-tarefa, foi transacionado pelos três funcionários da gerência de câmbio. Metro1

Deixe uma resposta

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×