Justiça penhora renda de streaming de Belo por dívida de R$ 870 mil

Toda a renda do cantor Belo nas plataformas de streaming (Spotify, Deezer, Amazon, Facebook/Instagram, Netflix, Studio Sol e Google/YouTube) está penhorada pela Justiça de São Paulo. Isso porque o cantor tem uma dívida de cerca de R$ 870 mil. As informações são do portal Uol.

O montante decorre de uma condenação sofrida pelo cantor em um processo movido pelo produtor de eventos Flávio Silva Andrade.

Em 2010, Belo foi contratado para fazer um show na cidade de Jaboticabal, no interior paulista. O cantor, no entanto, não apareceu e a sua ausência acabou gerando um tumulto na plateia, após horas de espera, na chuva.

Houve pancadaria e quebra-quebra. A bilheteria foi saqueada e o bar, invadido. Flávio disse ter tido a sua casa apedrejada.

O cantor se defendeu na Justiça dizendo que não compareceu na hora marcada, pois não havia recebido previamente todo o valor do cachê combinado. Isto É Gente

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: