Justiça Eleitoral suspende posse de prefeito de Firmino Alves

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia indeferiu o registro de candidatura do prefeito eleito de Firmino Alves, no sul da Bahia, Padre Aguinaldo (PDT) nesta segunda-feira, 4.

A decisão foi tomada após último pedido de recurso do candidato. Como não há mais possibilidade de se apelar na esfera estadual, a diplomação e posse do prefeito eleito foram anuladas.

A candidatura do pedetista estava sob júdice durante investigação de caso de abuso de poder e rejeição de contas da campanha do candidato. Padre Aguinaldo ainda pode apelar da decisão junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Caso o órgão mantenha a anulação da candidatura, novas eleições serão realizadas na cidade.

O presidente da Cãmara de Vereadores do munícipio, que ainda não foi definido, assumirá a prefeitura até a decisão final do TSE.

Padre Aguinaldo (PDT) conseguiu a vitória em Firmino Alves com 50,01% dos votos. O candidato teve 2.092 votos no total e derrotou Samuel, segundo colocado com 2000 votos, ou seja, 47,81%. ​A Tarde

Deixe uma resposta