Governo Rui vai comprar freezers para armazenar vacina da Pfizer ou Moderna, anuncia secretário

O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, informou nesta quinta-feira, 3, que o governador Rui Costa autorizou a montagem de uma rede de ultrafreezeres de -80 °C para armazenar e distribuir a vacina da Pfizer ou da Moderna contra a Covi-19, que necessitam de baixíssimas temperaturas.

Até então, o Ministério da Saúde sinalizou que não tem intenção em adquirir os referidos imunizantes, porque a rede pública só teria condições de armazenar produtos entre 2 °C e 8 °C.

Em entrevista à CNN Brasil, o ex-presidente da Anvisa Gonzalo Vecina Neto considerou um “crime” o governo Bolsonaro não cogitar a compra da vacina da Pfizer. O laboratório americano já sugeriu utilizar contêineres com gelo seco para armazenar o imunizante por até 15 dias.

“Acredito que boa parte do Brasil teria condição de trabalhar com essa logística. Colocar fora da possibilidade a compra da vacina da Pfizer eu acho ruim, um crime. Como eu não vou ter um número suficiente da AstraZeneca, da Coronavac, teríamos que contar com a vacina da Pfizer. O governo está falando só da vacina da AstraZeneca hoje, o que eu acho um equívoco”, declarou Vecina.

Vilas-Boas também voltou a alertar para o aumento do números de casos da Covid-19 no estado. “O cenário que estamos vivendo agora é mais crítico do que em junho, julho. Pela primeira vez, todas as regiões estão com número alto de incidência, internação, ocupação de leitos. A sobrecarga no sistema é muito maior: laboratório, transporte, regulação. Antes, tivemos um revezamento de surtos; agora é todo o estado”, escreveu o titular da Sesab, no Twitter. A Tarde

Deixe uma resposta