Goiânia: Polícia prende pastor que mantinha pacientes de clínica dopados e em cárcere privado

Além disso, os usuários de drogas que estavam na clínica sofriam ameaças e violência psicológica.

Goiânia – Nesta quinta-feira (25), a 1ª Delegacia de Polícia de Valparaíso de Goiás (GO) deflagrou uma operação para apurar irregularidades em uma clínica terapêutica de recuperação de usuários de drogas. No local, os pacientes viviam em cárcere privado, além de sofrer violência psicológica e ameaças.

Os envolvidos prestaram depoimento na delegacia e uma das vítimas disse que era constantemente ameaçada e dopada para que não deixasse o local. Outro informou que estava na clínica investigada sem autorização dela. A ação também contou com apoio do Ministério Público e da Vigilância Sanitária.

O responsável pelo estabelecimento irregular é um pastor, que não apresentou nenhum documento que comprovasse ter preenchido requisitos legais para internar os pacientes. De acordo com a polícia, o homem tem ocorrência por crime similar, também referente ao fechamento de outra comunidade terapêutica.

As investigações comprovaram o crime de cárcere privado, na modalidade internação fraudulenta, motivo pelo qual foi lavrada a prisão em flagrante do pastor, responsável pela fundação e manutenção da clínica terapêutica. A clínica foi fechada. O Dia

Deixe uma resposta