Força-tarefa coíbe Feira do Rolo aos domingos

A Prefeitura, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), promove uma operação para coibir a Feira do Rolo, que costuma acontecer aos domingos. Iniciada no último dia 7, a ação conjunta terá duração de dois meses e conta com a participação de 100 agentes da Semop, da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Polícia Militar (PM-BA). A atuação acontece na área que compreende o Largo do Tanque, a Rua Nilo Peçanha e a Baixa do Fiscal.

A iniciativa tem como objetivo principal promover a dispersão das pessoas no local, com presença da força-tarefa durante todo o dia, atuando de forma ostensiva. Com apoio de 21 viaturas, três grupos se dividem na “poligonal” da Feira do Rolo, evitando a aglomeração e impedindo a comercialização dos produtos de origem duvidosa. O material inclui ainda objetos provenientes de descaminhos, falsificados, venda de ilícitos e armas, e até animais silvestres.

Fotos: Ascom/GCM

A secretária municipal de Ordem Pública, Marise Chastinet, salienta que a Feira do Rolo é cotidiana e irregular. Por esse motivo, as fiscalizações são intensificadas todos os domingos. “No entanto, diante do cenário de pandemia, temos realizado uma operação mais fortalecida e não iremos permitir aglomerações ou qualquer outra coisa que vá de encontro aos decretos”, destaca.

O diretor de Operações e Serviços Públicos da Semop, Adriano Silveira, afirma que o que acontece nesta região não tem a ver com comércio de ambulantes, mas sim desordem pública. “Se porventura detectarmos irregularidades, o material é apreendido e, a depender da situação, o indivíduo é encaminhado para a delegacia”.

Para o diretor-geral de Segurança e Prevenção à Violência, Maurício Lima, o trabalho é importante para que todos entendam que este não é o momento de se aglomerar. “É uma operação positiva, que ocorre sempre de forma exitosa e as equipes estão presentes durante todo o dia, sem deixar o local desguarnecido”.

A população também pode denunciar aglomerações, som alto ou qualquer outra situação referente aos decretos e ao combate à Covid-19 através do Fala Salvador, pelo número 156 ou site www. fala. salvador. ba. gov. br . Secom

Deixe uma resposta