Fobias: ajude seu cão ou gato a superar os medos

Fobias são extremamente comuns em seres humanos, o mesmo acontece com nossos animais de estimação. No entanto, é possível superar ou, pelo menos, gerenciar muitos medos, sejam eles racionais ou irracionais.

Como posso ajudar o meu cão a superar o medo de viagens de carro?

Muitos cães adoram viagens de carro, mas, infelizmente, para alguns, é mais uma prova de coragem do que um deleite. Existem muitas razões pelas quais seu cão pode não gostar de viagens de carro, como já ter se envolvido em um acidente ou mesmo só sair como passageiro para ir ao veterinário.

A melhor maneira de ajudar o seu cão a desfrutar de viagens de carro é acostumá-lo ao veículo desde cedo. Leve-o em passeios para que ele possa associar a viagem a algo divertido e positivo.

Se seu cãozinho tem idade mais avançada, esses medos podem já estar enraizados. Nesse caso, há algumas coisas que você pode fazer para ajudá-lo. Acomodar o cão confortavelmente no carro parado é um bom começo. Quando ele já estiver feliz e relaxado, comece a levá-lo em viagens curtas, aumentando gradualmente a duração do passeio.

Recompensá-lo por bom comportamento e, se ele ficar angustiado, tirá-lo do carro é a instrução principal. Afinal, o que mais importa é o bem-estar do peludo.

Como posso ajudar meu gato a perder o medo de água?

Enquanto muitos gatos – especialmente os que vivem em climas quentes – apreciam um banho refrescante, pode ser uma grande luta para muitos tutores limparem seu gato usando água.

Lembre-se de que os gatos passam horas fazendo sua própria higiene, de modo que os banhos só devem acontecer se eles estiverem incrivelmente sujos. De qualquer maneira, se você precisar atrair o seu animal de estimação para o banho, tenha em mente algumas coisas:

Coloque o seu gato em contato com a água desde filhote. Gradualmente, introduza a água em sua rotina, lavando-o com um pano úmido para começar.

Tenha cuidado ao usar géis ou shampoos. Como muitos gatos são extremamente sensíveis a diferentes tipos de produtos químicos, isso pode contribuir para sua aversão ao banho.

Como posso ajudar meu cão superar o medo de outros cães?

Se seu cão sente medo de outros cães, sua qualidade de vida pode ser severamente prejudicada. Este é um problema que precisa de solução.

Muito parecido com os medos anteriores, a fobia de outros cães tem como causa mais provável alguma experiência traumática ou de uma falta de interação com outros animais em idade mais jovem.

Infelizmente, o medo de outros cães pode se manifestar na forma de agressão, por isso você deve conduzir o assunto com cuidado ao tentar integrar o seu cachorro com outros animais. Sempre mantenha o seu cão na coleira e a uma distância segura de outros cães.

Se o seu cão não fica agressivo quando sente medo, mantenha a sua voz calma e esteja alerta quanto à presença de outros cães. Às vezes, uma simples aproximação pode assustar seu animal de estimação.

Esta é uma questão complicada e, para resolvê-la, é preciso considerar uma série de opções. Um adestrador profissional ou médico veterinário será capaz de orientá-lo para decidir o que é melhor para você e para seu cão.

Como posso ajudar meu cão a perder o medo de barulhos altos?

Os medos dos seres humanos e de animais estão muitas vezes relacionados à sensação de insegurança. A fobia de ruídos altos é um caso difícil de curar completamente.

No entanto, você pode colocar em prática alguns truques para aliviar os receios do seu cão durante os períodos em que barulhos altos são inevitáveis, como a noite de fogos do Ano Novo.

Reserve um “esconderijo” seguro e confortável para o seu cão, para o caso de ele sentir necessidade de se abrigar. O local deve ser acolhedor e escuro e, se possível, ter coisas como o rádio ou televisão ligada por perto para que o barulho destes aparelhos os distraia.

Mudar o foco da atenção é outra dica valiosa. Alimente seu cão quando os ruídos altos estão acontecendo. Brinque com ele para mantê-lo entretido e menos propenso a se concentrar nos barulhos.

Como sempre, estas são orientações básicas. Se o seu gato ou cão sofre algum tipo de fobia difícil de combater, consulte o seu veterinário. Ele é a pessoa apta a aconselhar a melhor forma de tratar o problema.

Pet Plan