Ex de Whindersson diz que teve depressão após fim do noivado

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Maria Lina Deggan contou que vivia dopada com remédios, pois estava muito triste pela perda do filho e pelo término com o ator.

Maria Lina, ex-noiva de Whindersson Nunes, contou em suas redes sociais que teve depressão após a morte do filho, João Miguel, e o fim do noivado com o humorista. Vale lembrar que o bebê morreu apenas dois dias após o nascimento prematuro e que a relação dela com o comediante acabou dois meses depois da morte do menino.

“Quando perdi meu filho, uns dois meses depois meu noivado acabou, e eu entrei numa depressão forte. Nem minha médica sabia como eu ainda conseguia levantar da cama. Vivia dopada de remédio, comia muto mal, a maioria das vezes nem comia. Foi muito difícil. Me lembro de ter passado dois meses dormindo angustiada e acordando com o peito superapertado. Foi um pesadelo. Eu me esforçava tanto pra gravar as publicidades, mesmo sem saber fazer direito, porque era tudo muito novo. E, ainda assim, todos os dias tinha pessoas dizendo que estava péssima e que eu não levava jeito. Foi, sem dúvida, a fase mais difícil, mas também a mais transformadora da minha vida”, disse ela.

Hoje, a influenciadora acredita ser uma pessoa mais forte após tudo o que enfrentou. “A Maria de hoje é outra pessoa. Mais forte, mais dedicada, corajosa, mais mulher, mais independente. Aprendi o valor dos dias ensolarados depois de ter passado pelos dias mais chuvosos e tempestuosos da minha vida. Eu nunca tinha tido depressão! Foi meu primeiro contato direto com essa doença… Demorou muito tempo até eu aceitar que precisava de ajuda”, contou. R7

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: