Edgard Montemor elogia elenco do Vitória, mas não descarta contratações: ‘Estamos atentos’

Novo executivo de futebol do Vitória, Edgard Montemor fez, nesta sexta-feira (15), diversos elogios ao elenco rubro-negro. Na visão do profissional, o grupo “não deve para nenhum outro dos 19 clubes da Série C”, e não merecia “estar nesta posição”. Por outro lado, ele não descartou fazer novas contratações. “O Vitória tem tudo para chegar com esse elenco, mas se julgarmos necessário e acharmos um atleta que realmente vai ajudar dentro e fora de campo, vamos trazer”, afirmou, em entrevista ao programa BN Na Bola, da Rádio Salvador FM 92,3, apresentado por Emídio Pinto, Glauber Guerra e Ulisses Gama. Montemor chegou para ocupar a vaga deixada por Rodrigo Pastana, que acertou com o Guarani (lembre aqui). Há uma semana nas dependências do Vitória, o gestor demonstrou otimismo diante das primeiras impressões que teve. “Vi um grupo que quer, está unido. Como toda família, com problemas, mas aí entra o gestor de pessoas. Eu vi um ambiente bom, agradável, saudável. Fiquei feliz. O Vitória tem tudo para brigar por essa classificação. Classificando, é um dos favoritos”, destacou. O executivo acredita que é fundamental deixar um bom grupo para o ano que vem, independente do destino do clube e de quem será o diretor de futebol até lá. Uma das posições que ele confessou estar sempre de olho é a de ponta. “A gente avalia o mercado não só para agora, mas o Vitória independentemente de qual executivo vai estar à frente, precisa estar programado para o ano que vem, para depois não ficar fazendo diagnóstico. O extremo é sempre importante. Temos bons jogadores no elenco do Vitória, de características diferentes, mas é uma posição sempre bem-vinda. Normalmente, hoje, os dois extremos não terminam os jogos pela dedicação também na recomposição defensiva. Estamos atentos ao mercado. É uma posição que todos os clubes estão atentos. Se surgirem bons nomes, pode ser que o Vitória contrate”, revelou. Edgard Montemor trabalhou como executivo de futebol na Ferroviária-SP entre julho de 2021 e maio deste ano. Formado em Direito com pós-graduação em Gestão e Marketing Esportivo e especialização em Organização Motivacional e Gestão de Pessoas, o dirigente acumula experiências no São Bernardo-SP, ajudando nas conquistas de acessos e levou a equipe à Série A3 do Paulistão e ao título da Copa Paulista de 2013, no Santo André, onde montou o elenco que chegou às quartas de final da elite do estadual em 2020, e também no Botafogo-PB. Ao BN Na Bola, ele pontuou a importância de ter tal experiência, especialmente no São Bernardo, clube que ajudou a fundar. “Digo que sou um privilegiado por ter a oportunidade de começar no São Bernardo. Participei da fundação, da escolha das cores, do nome, do escudo, do mascote. Todo início é difícil. Não só exerci um pouco depois a função de presidente, e isso é importante para entendermos as dificuldades e as dores diante do cenário do futebol brasileiro, mas ter passado por outras funções também, supervisor, executivo de futebol, gerente, aprendi na prática e entendi as dificuldades de cada uma dessas funções. Respeito cada uma delas”, contou.Bahia Noticias

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: