Desal promove mutirão de manutenção em praças de Salvador

A atendente Elza Souza, de 34 anos, já sente a diferença nos equipamentos de simulação de caminhada e rotação diagonal da academia de saúde ao ar livre da Praça da Bíblia, no Ogunjá. “O simulador estava fazendo bastante barulho e alguns aparelhos de rotação diagonal estavam emperrando. Agora estão todos novos novamente e eu voltei a fazer os exercícios com mais frequência”.

A renovação dos aparelhos, observada pela moradora da região, faz parte do mutirão de obras e de manutenção realizado pela Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), vinculada à Secretaria Municipal de Manutenção (Seman), nas praças da cidade. A ação foi iniciada na primeira semana de janeiro e deve ser realizada de maneira contínua, sem prazo para finalizar.

Fotos: Ascom/Desal

O objetivo é intensificar os cuidados nas áreas de lazer da cidade para diminuir o tempo entre uma vistoria e outra e os custos com o retrabalho, conter os atos de vandalismo e evitar que os aparelhos e o mobiliário urbano permaneçam muito tempo parados por terem sofrido algum tipo de dano.

O mutirão já passou por praças como Lord Cochrane (Garibaldi), Praça da Bíblia (Ogunjá), Revolução (Periperi), Dendezeiros (Cidade Baixa), João Mangabeira (Barris), e nos próximos dias deve passar por praças em Costa Azul, Valéria Canabrava, Nova Brasília e Stella Maris. A Desal chega a recuperar dez praças por dia com as manutenções diárias. O objetivo é alcançar todas cerca de 450 praças já inauguradas na cidade.

Fotos: Ascom/Desal

“Fazer uma manutenção mais profunda nos nossos equipamentos é uma ação de suma importância. Sabemos do número alto de casos de vandalismo, gastamos mais de R$20 mil por dia, mas não vamos deixar a cidade feia ou mesmo sem vida. Estamos buscando manter a cidade pronta, limpa e bonita”, conta o presidente da Desal, Virgílio Daltro.

Ele lembra que Salvador tem, ainda, outras 150 praças em obras e que a Desal tem trabalhado para deixar a capital cada vez melhor. “Homens e mulheres estão trabalhando com reparos, reformas e construções de novos equipamentos. Alguns aparelhos estão sendo substituídos em vários cantos da cidade”.

Quem ganha com a ação é a população, que tem aderido cada vez mais à frequência a esses espaços para o lazer e prática de atividades físicas. Elza, por exemplo, conta que tem se sentido bem melhor após a prática diária de caminhada e exercícios na academia de saúde. Graças ao hábito, ela agora tem mais disposição para o trabalho e demais atividades do dia a dia. “Eu me sinto bem melhor agora, com mais humor e disposição até para o meu filho, além de ter perdido alguns quilinhos”, revela.

Ações – O mutirão realiza primeiro a vistoria em vários bairros da cidade, depois inicia os primeiros reparos com as equipes conjuntas de fabricação, carpintaria e serralheria. O toque final fica a cargo das equipes de pintura e comunicação visual. Os equipamentos que mais passam por conserto são os aparelhos das academias de saúde ao ar livre, os brinquedos dos parques infantis e as áreas de convivência.

Para a realização dos serviços, são utilizados carros, caminhões, tratores e caçambas. Órgãos parceiros complementam o trabalho da Desal, a exemplo da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), responsável pela limpeza, e da Diretoria de Serviços de Iluminação Pública de Salvador (Dsip), que faz o reparo das luminárias e lâmpadas presentes nas praças. Secom

Deixe uma resposta