Delação de Sérgio Cabral traz conteúdo bombástico corrupção de governo e juízes

A delação premiada do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, traz conteúdo revelador de esquemas de corrupção construídos e mantidos por ele durante os oito anos que comandou o Estado. 

De acordo com a CNN Brasil, as 900 páginas do documento trazem contextos que chegaram até a ser divulgados pela imprensa no passado, mas que, conforme afirmou Cabral à PF, esconderiam pagamentos de propina para barrar investigações e supostas compras de decisões da Justiça e de apoio político dos partidos.

Cabral entregou à PF e-mails, comprovantes de passagens aéreas e hospedagens de hotéis, conversas e agendas – algumas já até apreendidas em operações da Lava Jato.

Na última sexta-feira (14), a Procuradoria-Geral da República (PGR) deu parecer contra investigação do conteúdo da delação de Cabral, reiterando que a delação segue inválida. Bocão