Dado descarta David e indica mudanças contra Barcelona de Ilhéus

Dado também falou sobre adaptação ao gramado sintético da Arena Cajueiro – Foto: Pietro Carpi | EC Vitória

Treinador passa a ter os jogadores que se recuperaram de Covid-19 à disposição.

O segundo jogo do Vitória na temporada 2022 deve ter novidades. Ao longo da semana, os jogadores que haviam se recuperado da Covid-19 voltaram a treinar e ficam à disposição do técnico Dado Cavalcanti. Em contrapartida, o treinador não deverá contar com a jovem promessa David.

Um dos contaminados pelo coronavírus, o atacante também está recuperado, mas vive impasse com o clube logo após a negociação de transferência para o Metalist, da Ucrânia, não avançar e o jogador permanecer na Toca do Leão. 

Empresário do atleta, André Cury, afirmou que David teria direito a 10% dos seus direitos econômicos, mas o presidente Fábio Mota negou a informação. Nos últimos dois dias, o atacante não compareceu para os treinamentos no CT Manoel Pontes Tanajura. 

“Essa condição do David já está sendo administrada pela nossa direção. Infelizmente eu não tenho nem subsídios para comentar a respeito desse imbróglio. Está entregue a direção. Os diretores vão conduzir da melhor forma possível para que não saia ninguém prejudicado […] Vamos esperar os desdobramentos futuros, mas infelizmente não poderei contar com o atleta para o jogo”, afirmou Dado em entrevista coletiva nesta sexta, 21, na sala de imprensa do Barradão. 

Os jogadores que voltam a ficar à disposição do comandante rubro-negro são: Caíque, Carlos, Mateus Moraes, Alan Santos e Jefferson Renan. Questionado sobre possíveis modificações, o treinador falou da importância de ter uma base do time, mas ponderou que poder haver mudanças pontuais. 

“Eu penso em manutenção de base, mas penso em fazer trocas sim. Não sei dizer quais ou quantos jogadores vou mudar. Mas a gente não pode esquecer que os atletas que estão retornando do Covid pausaram a preparação. Eles perderam tempo com a contaminação do vírus, então talvez não estejam tão preparados assim. Por isso a ideia é manter uma base, fazer trocas pontuais para na repetição da escalação a gente entrosar nossa equipe”, explicou. 

Já sabe-se também que o lateral-direito Alemão não deve ir para a partida, devido a um desconforto muscular. Com isso, a provável escalação da equipe seria: Lucas Arcanjo; Iury, Alisson Cassiano, Marco Antônio (Mateus Moraes) e Salomão; João Pedro (Alan Santos), Jadson e Gabriel Santiago; Eduardo, Luidy e Guilherme Queiroz. 

Gramado sintético

O duelo pela 2ª rodada do Campeonato Baiano, contra o Barcelona de Ilhéus, terá um ‘ingrediente especial’. Apesar do mando de campo ser da equipe do sul do estado, a partida será realizada na Arena Cajueiro, em Feira de Santana. 

Desde que foi inaugurada como nova casa do Bahia de Feira, o estádio tem ficado marcado pela cararcterística do campo ser de grama artificial. Questionado sobre a situação, Dado falou sobre a necessidade de adaptação. 

“Acredito que por ser um segundo jogo, nossa equipe vai ter uma performance melhor. A gente entende a mudança do gramado, a mudança da caracterização do jogo. Vai ser um jogo mais rápido. Um campo com superfície artificial gera mais reações, e vai haver também um desgaste mais forte dos jogadores. A gente está tentando se adaptar a essa nova condição, e independente dessa situação diferente, acredito muito que os nossos jogadores, por se tratar de um segundo jogo, vão entrar mais preparados que no primeiro”, finalizou o treinador. A Tarde

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: