Cruzeiros prorrogam suspensão de operações até 18 de fevereiro

Objetivo é analisar a evolução da pandemia e as consequências da variante Ômicron – Foto: Divulgação

Temporada atual tinha previsão de movimentar R$ 1,7 bilhão.

As operações de cruzeiros nos portos brasileiros estão suspensas até o dia 18 de fevereiro. A decisão foi comunicada nesta segunda-feira, 31, pela Associação Brasileira de Navios e Cruzeiros (Clia). O objetivo é analisar a evolução da pandemia e as consequências da variante Ômicron.

Segundo a CNN, a temporada atual, iniciada em novembro de 2021, tinha previsão de movimentar mais de 360 mil turistas, com impacto de R$ 1,7 bilhão. O setor também esperava gerar mais de 24 mil empregos em diversas áreas.

As operações dos cruzeiros no Brasil foram suspensas do dia 3 a 21 deste mês, voluntariamente pela Clia. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) chegou a recomendar a suspensão definitiva da temporada de navios no Brasil, que começou em novembro do ano passado.

No dia 12, a Agência fez a sugestão ao Ministério da Saúde e à Casa Civil da Presidência da República, alegando querer evitar novas contaminações. Na ocasião, o órgão federal disse que “o cenário atual é desfavorável à continuidade das operações dos navios de cruzeiro”.

De acordo com a Clia, dos aproximadamente 130 mil passageiros transportados entre 5 de novembro e 3 de janeiro de 2021, 1.100 foram confirmados para a covid-19, número que representa menos de 1% do total das pessoas envolvidas nas atividades, entre hóspedes e tripulantes.

A Tarde

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: