Conselheiro-chefe de Bolsonaro, Heleno diz que Dilma não ‘acreditava em inteligência’

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

O novo chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general da reserva Augusto Heleno, criticou a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) por ter “derretido” o sistema de inteligência do governo.

Ao tomar posse, elogiou a gestão Michel Temer (MDB) por ter recomposto o GSI e o sistema brasileiro de inteligência.
“Ele foi derretido pela senhora Rousseff, que não acreditava em inteligência”, afirmou, em meio a risadas e aplausos da plateia.

Ele é um dos mais duros críticos dos governos do PT, e foi colocado num cargo burocrático em 2009, após quase ser comandante do Exército sob o governo Lula, por ter criticado a política indigenista do petista.

Heleno é o principal conselheiro do presidente Jair Bolsonaro, a quem treinou na equipe de pentatlo na academia de oficiais, nos anos 1970.
Heleno também elogiou o antecessor, o também general Sérgio Etchgoyen, pela segurança rígida na posse de Jair Bolsonaro. Agradeceu ao apoio da mulher, Sônia, pelo apoio. Bocão

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×