Composição partidária na próxima legislatura

DEM e PT continuarão com as maiores bancadas na  Câmara de Salvador.

Com cerca de 40% de renovação na eleição municipal de 15 de novembro, a Câmara de Salvador já tem definida a nova configuração partidária da próxima legislatura (2021-2024). As maiores bancadas permanecerão com o Democratas, que passa de 12 para 7 vereadores, e o Partido dos Trabalhadores que preservou suas 4 cadeiras. Em seguida aparecem o Republicanos e o PSDB, que asseguraram as três vagas atuais de cada legenda, e o Patriota que cresceu de um para três representantes.
Os partidos MDB, PCdoB, PDT, PL, Podemos e PTB elegeram dois vereadores cada. Os demais partidos (11) conquistaram uma cadeira cada: Cidadania, Democracia Cristã, PSD, PSB, PV, PMN, Solidariedade, PSC, PSOL, PSL e Avante.

Mandato coletivo

Uma novidade dessa eleição foi a permissão para candidaturas coletivas, apesar do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) oficializar apenas o candidato que encabeça a chapa. Foi o caso da chapa Pretas por Salvador, do PSOL, que elegeu a advogada Laina Crisóstomo.
Ecumênico, o mandato coletivo Pretas por Salvador será compartilhado também por Cleide Coutinho e Gleide Davis, cada uma representando uma religião. Elas prometem assumir funções de representação, elaboração de projetos políticos e divisão de poder, seguindo a máxima “Nada sobre nós, sem nós!”.

Fonte da notícia: Diretoria de Comunicação

Deixe uma resposta