Bahia/SalvadorPolítica

Com investimento de R$120 milhões, Prefeitura inicia obras do Centro de Controle de Operações e do Hub de Tecnologia no Subúrbio

Fotos: Valter Pontes/ SecomReportagem: Thiago Souza/ Secom

A Prefeitura de Salvador iniciou nesta quarta-feira (26) as obras do Centro de Controle de Operações (CCO) e do Hub de Tecnologia, que serão implantados no Alto do Cabrito, no Subúrbio Ferroviário da capital baiana. Os equipamentos, que terão investimento de R$120 milhões, funcionarão no mesmo espaço em uma área de 12 mil metros quadrados, e as intervenções têm prazo de 16 meses para a conclusão. 

Prefeitura-CCO-Hub-Tecnoligia-Subúrbio-Fotos-Valter-Pontes-Secom

A ordem de serviço para a implantação dos equipamentos foi assinada pelo prefeito Bruno Reis, acompanhado do secretário municipal de Inovação e Tecnologia, Samuel Araújo. O CCO, também chamado de Observatório Inteligente de Salvador, vai reunir todos os órgãos operacionais da Prefeitura num mesmo espaço. Já o Hub, que funcionará numa área de 5 mil metros quadrados no mesmo prédio do centro, vai estimular a formação de novos talentos nas carreiras de tecnologia, em especial no Subúrbio da cidade. 

Prefeitura-CCO-Hub-Tecnoligia-Subúrbio-Fotos-Valter-Pontes-Secom

No CCO, estarão, por exemplo, o Núcleo de Operações Assistidas (NOA) da Transalvador, a Guarda Municipal, o Centro de Monitoramento de Alerta e Alarme da Defesa Civil de Salvador (Cemadec/ Codesal), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a central de operações do transporte público, além do monitoramento formado pelas mais de 1.800 câmeras da Prefeitura espalhadas pela cidade. 

“Aqui, todos estarão trabalhando em conjunto e poderão tomar as decisões, especialmente nos momentos de crise, o que vai permitir que a gente tome decisões mais acertadas, que a gente possa fazer políticas públicas mais eficientes, fazendo com que os serviços cheguem efetivamente lá na ponta, onde as pessoas mais precisam. Então, a unificação num único centro de controle de operações vai permitir, de um lado, a gente ter melhores políticas públicas e, do outro, mais economia e eficiência para gestão”, destacou o prefeito. 

Segundo o secretário Samuel Araújo, o CCO é uma das três infraestruturas inteligentes concebidas dentro do Plano Diretor de Tecnologias da Cidade Inteligente (PDTCI) da Prefeitura, lançado em  2022. No plano, há diretrizes para os próximos 30 anos do movimento de transformação urbana e social da cidade. 

“O objetivo da prefeitura é centralizar, trazer todos os órgãos para o CCO, integrando as equipes para uma resolução mais céleres de demandas da população. O mesmo prédio contará  com um hub de tecnologia que abrigará startups para ajudar a buscar inovações e resolver problemas do cotidiano da cidade de Salvador. Trata-se de uma extensão do Hub do Comércio. Os dois equipamentos vão trabalhar conjuntamente na área de inovação”, detalhou. 

Bruno Reis disse ainda que o CCO terá um gabinete da Prefeitura implantado no local, onde o prefeito poderá despachar, e ressaltou que o equipamento será maior e mais moderno do que o instalado no Rio de Janeiro para as Olimpíadas. “Aqui nós vamos olhar a cidade 360 graus. Podem ter certeza que esse equipamento vai fazer com que a gente eleve ainda mais a qualidade da nossa gestão”, frisou.

Tecnologia – O prefeito Bruno Reis apontou que o novo Hub de Tecnologia do Subúrbio vai elevar ainda mais a posição de Salvador como cidade inteligente. “A gente estava nas últimas posições na área de tecnologia e inovação. Hoje, já somos a primeira do Nordeste e a nona do Brasil. Com a entrega desses equipamentos, a gente vai para as primeiras posições. E aí, gente, não adianta lutar contra a tecnologia e inovação. Os empregos do presente estão mudando e do futuro vão mudar mais ainda, em especial para a chegada da inteligência artificial”, destacou. 

Ele ressaltou que o novo equipamento vai preparar os jovens, em especial das áreas mais carentes da cidade, para este novo momento de desenvolvimento no setor de tecnologia e inovação. “Nós vamos preparar os jovens aqui do Subúrbio para os empregos do presente e, principalmente, os do futuro. É aqui que eles terão a oportunidade de se desenvolver, seja na área de tecnologia e inovação, aprendendo a empreender”, disse. 

O novo Hub, salientou o prefeito, chega para complementar o equipamento já implantado no Comércio. “O Hub lá no Comércio é um espaço de coworking, onde as pessoas têm diversas ilhas e podem trabalhar para desenvolver startups, incubadoras, aceleradoras, fazer programação, desenvolver sistemas para processamento de dados. Na prática, estes dois espaços possibilitarão que a gente possa desenvolver nossa cidade com uma série de produtos para dar suporte na área de tecnologia e inovação, seja ao poder público, seja às empresas privadas”, finalizou. Secom

Deixe um comentário